O religioso reprovado

imagem de Flávio Cardoso
Versão para impressãoVersão para impressão

Em Apocalipse 2:1-6, o Senhor Jesus Cristo nos dá uma descrição do que parece ser um religioso padrão, elogiando suas qualidades. Mas também lhe dirige uma dura repreensão. Vejamos primeiro os elogios:

1 Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:
2 Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos;
3 e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. (...)
6 Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.

Essa mensagem revela muitas qualidades desse líder cristão:

  • perfeição doutrinária;
  • boas obras;
  • perseverança na perseguição;
  • zelo pastoral.

Porém, todas essas qualidades não impediram o Senhor de aplicar uma dura reprimenda naquele líder, registrada nos versículos 4 e 5:

4 Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor.
5 Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.

Lamentavelmente, aquele religioso caiu na mesma cilada que muitos de nós caímos a todo momento. Substituímos o verdadeiro amor a Deus por nossas práticas religiosas. Confundimos "amar a Deus" com "praticar com zelo uma religião", qualquer que seja ela. Mas o Senhor nos alerta, nessa passagem, que não é isso que Ele pensa.

O amor de noivos

Ao ser questionado por um escriba sobre qual seria o maior de todos os mandamentos da Torah (Lei mosaica), o Senhor Jesus citou Deuteronômio 6:

29 Respondeu Jesus: O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor!
30 Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força.
Marcos 12:29-30

Mas, o que significa "amar de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força". Como é possível amar assim?

A própria Bíblia nos explica, por meio de uma metáfora maravilhosa. Ela utiliza o relacionamento entre um homem e uma mulher apaixonados para representar como deve ser o relacionamento entre o homem e Deus.

Note que a Igreja é chamada de "noiva de Cristo". O livro do Cântico dos cânticos, que desde sempre tem sido interpretado como descrevendo o amor entre Cristo e a Igreja, nos fala de um amor tremendamente apaixonado.

Ora, como é o amor de um casal apaixonado?

  • Fase da descoberta: O apaixonado se encanta em descobrir as características da pessoa amada.
  • O apaixonado gosta de passar tempo com a pessoa amada.
  • O apaixonado compartilha seus segredos com a pessoa amada.
  • O apaixonado é totalmente fiel à pessoa amada.
  • Quem ama desfruta de momentos de profunda intimidade com a pessoa amada.

31 Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne.
32 Grande é este Mistério, mas eu me refiro à Cristo e à Igreja. (Efésios 5:31-32)

O que dizer do Cântico dos Cânticos 3:1-4:

1 De noite, no meu leito, busquei o amado de minha alma, busquei-o e não o achei.
2 Levantar-me-ei, pois, e rodearei a cidade, pelas ruas e pelas praças; buscarei o amado da minha alma. Busquei-o e não o achei.
3 Encontraram-me os guardas, que rondavam pela cidade. Então, lhes perguntei: vistes o amado da minha alma?
4 Mal os deixei, encontrei logo o amado da minha alma; agarrei-me a ele e não o deixei ir embora, até que o fiz entrar em casa de minha mãe e na recâmara daquela que me concebeu.

É esse o tipo de amor que Deus espera de nós: o amor de noiva. Não é o amor de bodas de prata. É o de um casal apaixonado.

Em nossas relações humanas, é natural que esse primeiro amor, essa paixão, acabe. Com o tempo, a fase da descoberta acaba e o amor amadurece, dando lugar à amizade, cumplicidade, respeito mútuo.

Então, é fácil encararmos com naturalidade o arrefecimento de nosso amor a Deus, da mesma forma que achamos normal o arrefecimento de nossos amores humanos. Às vezes encaramos isso como amadurecimento. Sem percebermos, caímos na rotina religiosa: frequentar a igreja com regularidade, participar dos cultos, dos ofertórios, etc.

Pois bem, o Senhor Jesus repreendeu o pastor de Éfeso por causa desse "amadurecimento", apesar de elogiar as virtudes da sua vida religiosa. Ele não abre mão:

  • de nossas lágrimas apaixonadas, derramadas nos momentos de oração, trancados em nosso quarto.
  • de conhecer nossos segredos e compartilhar os seus conosco.
  • de desfrutar de nossa companhia e intimidade a cada dia.

No relacionamento homem-mulher, as descobertas chegam ao fim. Mas não no relacionamento entre o homem e Deus. Essas descobertas acontecem, em boa parte, nesses momentos de profunda intimidade: oração, contemplação, meditação nas Escrituras. Gaste tempo na presença de Deus. Ele sempre o surpreenderá.

Nas palavras de Max Lucado, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó

...podia segurar o universo na palma da mão, mas abdicou disso para flutuar no ventre de uma virgem.

E fez isso para estar entre nós. Depois morreu e ressuscitou, para poder estar não apenas ENTRE nós, mas para viver EM NÓS, e nós nEle, para todo o sempre (1 João 4:18-19). Fez isso por amar o mundo de uma forma apaixonada. Amor de noivo. E espera ser correspondido.

38 Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes,
39 nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.
Romanos 8:38-39

Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele.
1 João 4:16

 


 

Questões para reflexão

  1. Quando uma pessoa sofre um arrefecimento no seu amor a Deus, começa a apresentar sintomas muito claros desse problema. Quais deles você consegue identificar?
  2. Agora que você os identificou, avalie-se. Você tem sofrido esse arrefecimento? Você acha que isso é normal?
  3. Você acha que intensificar a comunhão com seus irmãos de fé pode ajudar a manter acesa a chama do seu amor a Deus? Deixe que os seguintes texto o ajude em sua resposta: 1 João 4:12,20,21.

Comentar

  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <it> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <h1> <h2> <h3> <blockquote> <span> <p> <p style="text-align: right;"> <br> <table> <address> <pre> <hr>
  • Você pode escrever código PHP. Basta incluir as tags <?php ?>.

Mais informações sobre as opções de formatação

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer