casamento

Unidos em tempos de crise

Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda". (Gn 2:18 - NVI)

Ao meditarmos no livro do princípio de todas as coisas, o livro de Gênesis a partir do verso 18 do capítulo 2,  observamos que Deus sempre quis unir o homem com a mulher. Deus viu que o homem estava só, e fez uma mulher que estivesse como que ao seu lado. O casamento é uma das mais lindas manifestações de alegria. Vejamos então, em que consiste o mistério matrimonial: “Ao criar um, Deus fez dois; da união de dois Deus fez um”.

Infelizmente, cada vez mais, temos nos deparado com pessoas que se preparam mais para o dia do casamento com toda sua pompa, do que efetivamente para a vida de casado. Lidam com o casamento como se fosse uma simples formatura, esquecendo ser o mesmo um presente divino, onde duas pessoas maduras buscam se completar. É necessário saber que sucesso no casamento não se tem, e sim, se conquista.

Vivemos em um tempo não apenas de descontrole sobre a aplicação de princípios e valores, mas de inversão de valores que deveriam ser preservados. Temos uma sociedade que olha mais o invólucro do que o conteúdo; sociedade atingida pela saturação dos relacionamentos e pelas decepções amorosas. Tais características levam as pessoas cada vez mais a desistirem da vida a dois.

Sabemos muito bem que a vida a dois não é fácil mas, também, não é algo impossível. Nenhum casamento, por melhor que seja, está isento de problemas. Fato é que são problemas grandes ou pequenos, que podem facilmente detonar um casamento. Mergulhados em meio a tantos conflitos, há três perguntas básicas que é natural fazê-las sobre o assunto.

Quem nos uniu?

O texto, a narrativa bíblica nesta mensagem, fala que Deus trouxe a mulher até Adão. Após o ato imediato da  criação do homem, Deus, percebendo que o homem necessitava de algo mais, se preocupou em preparar alguém especial; alguém que pudesse auxiliá-lo e que lhe correspondesse. Deus sabe o que é melhor para cada um de nós; ninguém melhor do que Ele para escolher o nosso cônjuge. A Bíblia fala que quem encontra uma esposa encontra algo excelente; recebeu uma bênção do Senhor (Pv 18:22); mais adiante o autor também enfatiza: “Casas e riquezas herdam-se dos pais, mas a esposa prudente vem do Senhor” (Pv 19:14). Toda união matrimonial foi criada por Deus.

Por que nos unimos?

Qual foi a razão que nos levou ao matrimônio? Voltando ao texto em Gênesis, vemos claramente que existe uma razão para que acontecesse a união. Esta razão é exclusivamente o AMOR. No entanto, de modo infeliz nascemos e vivemos ouvindo histórias onde quase sempre os finais são os mesmos; “e viveram felizes para sempre”. Ainda hoje, presenciamos pessoas vivendo contos de fada e tendo uma noção totalmente distorcida da palavra amor. É preciso resgatar o princípio da palavra amor e desfrutarmos do maravilhoso mistério da vida a dois. O amor é algo que não se pode dispensar, pois quem ama se assemelha a Deus.

Pra que nos unimos?

Qual a finalidade da vida de um casal? Qual o propósito da vida a dois? É imprescindível que observemos o versículo que aduz que “e os dois se tornarão uma só carne”. A partir do verso 24 de Genesis 2, fica claro que os dois não são só  pessoa ou alma, mas serão sim “uma só carne”. Isto indica que duas personalidades estão sendo ajustadas em um mesmo corpo. A palavra personalidade, segundo o Dicionário Aurélio, revela a qualidade, o caráter e a individualidade de uma pessoa de boa moral.  Eis aqui o maior mistério da vida a dois. Um completando o outro, contudo, sem perder a individualidade. “Nenhum sentimento é maior do que duas almas sentirem-se unidas, fortalecerem-se uma a outra em todo o trabalho, apoiando uma a outra em todos os momentos de tristeza, para cuidarem uma da outra em toda a dor.” (George Eliot).

Como se vê, as crises são temporárias e servem muitas das vezes para o nosso próprio crescimento. No entanto, é fundamental que jamais venhamos a esquecer que servimos a um Deus que não muda; Ele é o mesmo ontem, hoje, e o será eternamente. Sendo Deus imutável e eterno, Ele não voltará atrás em suas promessas: estará sempre conosco nos ajudando a vencer e a escapar das armadilhas e nos colocar novamente nos trilhos.

Que a benção do Senhor esteja sobre nossos casamentos, nossos lares, nossas famílias!!!

Edson Pereira de Freitas
Diácono da Igreja de Nova Vida do Guará

Sugestões para discussão em grupo

Evidentemente, o tema "casamento" é muito complexo, e não temos a pretenção de que um pequeno texto seja capaz de resolver todos os problemas conjugais que possam existir no GV. Ainda assim, é possível extrair desse texto algumas lições importantes para a saúde do matrimônio.

  1. O texto nos mostra que um dos problemas que atinge a sociedade moderna e, por consequência, afeta os casamentos, é a saturação dos relacionamentos. O que significa isso? O que leva os relacionamentos à saturação?
  2. Talvez você ache que o seu casamento, ou o de alguém que você conhece, esteja caminhando para a saturação. Que sugestões o Grupo pode dar para tentar evitar esse mal?

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer