comunhão

imagem de Flávio Cardoso

Juntos

Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar. De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados... Todos ficaram cheios do Espírito Santo... (Atos 2:1-4)

Ao subir ao céu, o Senhor Jesus ordenou aos seus discípulos que permanecessem em Jerusalém, esperando o cumprimento da promessa do Pai, de que seriam revestidos de poder mediante o batismo no Espírito Santo (Atos 1:4-8). Mas não vemos, nessas palavras do mestre, nenhuma recomendação para que os discípulos permanecessem juntos. Certamente, os discípulos poderiam ter preferido ficar cada um em sua própria casa, aguardando a vinda do Espírito Santo. Porém, algo os levou a permanecerem juntos.

Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus. (Atos 1:14)

E foi assim, quando estavam todos reunidos num mesmo lugar, que o Espírito veio sobre eles. Não veio quando estavam deitados, cada qual em seu leito, ou orando em suas respectivas casas. O Senhor os visitou quando estavam juntos.

Ao lermos as Escrituras, notamos que isso configura um padrão. Normalmente, visitações poderosas do Senhor acontecem quando o povo de Deus está reunido. Vejamos alguns exemplos.

Foi assim na dedicação do templo de Salomão:

E aconteceu que, quando eles uniformemente tocavam as trombetas, e cantavam, para fazerem ouvir uma só voz, bendizendo e louvando ao SENHOR; e levantando eles a voz com trombetas, címbalos, e outros instrumentos musicais, e louvando ao SENHOR, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre, então a casa se encheu de uma nuvem, a saber, a casa do SENHOR; E os sacerdotes não podiam permanecer em pé, para ministrar, por causa da nuvem; porque a glória do SENHOR encheu a casa de Deus. (2 Crônicas 5:13-14)

O profeta Samuel avisou que Saul receberia uma visitação especial do Espírito Santo quando se aproximasse de um grupo de profetas. E assim aconteceu:

E, chegando eles ao outeiro, eis que um grupo de profetas lhes saiu ao encontro; e o Espírito de Deus se apoderou dele, e profetizou no meio deles. E aconteceu que, como todos os que antes o conheciam viram que ele profetizava com os profetas, então disse o povo, cada um ao seu companheiro: Que é o que sucedeu ao filho de Quis? Está também Saul entre os profetas? (1 Samuel 10:10-11)

Mais um exemplo. Deus mandou que o apóstolo Pedro fosse à casa do centurião Cornélio, para pregar-lhes o evangelho. Ao chegar na casa, havia muitos reunidos, esperando ouvi-lo. Pedro passou a lhes falar sobre Jesus Cristo.

E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. (Atos 10:44-45)

Particularmente, sempre que o Novo Testamento nos mostra o Espírito Santo batizando os cristãos, eles estão reunidos. Confira: Atos 2:1-4, 8:14-17, 10:44-45 e 19:1-6.

Eu não me lembro de nenhuma passagem, das Escrituras, onde alguém tenha sido batizado no Espírito Santo sozinho. Eu conheço alguns poucos testemunhos de irmãos que foram batizados no Espírito Santo sozinhos, em momentos solitários de busca ao Senhor. O mais notável exemplo que conheço é de A. W. Tozer. Mas, sem dúvida alguma, a experiência e as Escrituras nos mostram que isso é uma rara exceção.

Esses exemplos das Escrituras, entre outros que poderíamos citar, são evidência de que, quando o povo de Deus se reúne para buscá-lo e adorá-lo, o Espírito Santo se manifesta de modo especial. Indiscutivelmente, existe um tipo de visitação especial do Senhor que só acontece quando estamos reunidos.

Isso não significa que nosso Deus não nos abençoe em nossos momentos solitários com Ele. Muito pelo contrário. A Bíblia também nos ensina a cultivarmos nossos períodos de solitude na presença de Deus, como temos falado bastante em outros textos. Mas são dois tipos de visitação diferentes, e precisamos de ambas para o pleno desenvolvimento de nossa vida espiritual. Talvez por isso o Senhor nos ensinou que "...onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles" (Mateus 18:20).

Fico feliz ao ver, nas últimas semanas, um crescente mover do Espírito Santo em nossa congregação, a Igreja de Nova Vida do Guará. Há duas semanas atrás, enquanto adorávamos o Senhor na Igreja, tive a alegria de ver muitas pessoas sendo batizadas no Espírito Santo, incluindo minha filha, de 12 anos, que foi cheia do Espírito Santo e falou em línguas. Hoje, ela está num retiro de adolescentes da Igreja e, certamente, receberá bênçãos do Senhor que só se recebe nesse tipo de "ajuntamento santo". Foi num retiro desses, aos 16 anos de idade, que eu também fui batizado no Espírito Santo: uma experiência profunda que marcou definitivamente minha caminhada com Deus.

Tanto a história da Igreja quanto nossa experiência revelam que esses períodos de reavivamento não duram para sempre. Portanto, meu conselho é: quer receber a unção do alto? Então esteja no lugar certo, na hora certa. Não fique só. Não abra mão de buscar a Deus juntamente com seus irmãos. Quer que seus filhos tenham uma bagagem espiritual que lhes possibilite resistir às tentações desse mundo sedutor? Então exponha-os ao ambiente da Igreja. Faça como os cristãos de Atos:

E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. (Atos 2:42-44)

Quando retiramos nossos olhos do Senhor Jesus e começamos a olhar para os homens e mulheres na Igreja, sempre nos decepcionamos. Muitos acabam desanimando e abandonando a comunhão dos santos, optando por uma caminhada cristã solitária. Mas estão errados. Não é possível ser um membro do Corpo de Cristo distante dos outros membros. Sozinhos, não receberão do Senhor toda a vida, unção e amor de que precisam.

Observemos, sempre, a recomendação bíblia:

Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia. (Hebreus 10:25)

Para terminar, deixo-lhes com as belas palavras do amado Kleber Lucas, cantadas na música "Há uma unção" (video abaixo).

 


 

Questões para discussão em grupo

  1. Conte aos irmãos como foi o seu batismo no Espírito Santo. Você estava sozinho ou reunido com outros irmãos?
  2. Houve alguma ocasião em que você deixou de ir a uma reunião e, depois, ficou sabendo que houve um tremendo mover do Espírito Santo que você perdeu?
  3. Se você participa das reuniões da Igreja há algum tempo, então já foi visitado de algum modo especial durante essas reuniões. Conte qual foi a mais especial delas?
  4. Como anda sua frequência aos cultos? Você tem se sentido de alguma forma desanimado com a Igreja? Compartilhe isso com seus irmãos.
Vídeo embutido (youtube): 
See video

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer